Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Saudade

por Lazy Cat, em 17.09.07
Saudade distância
Saudade ternura
Saudade silêncio
Saudade loucura

Saudade afinal
Que sempre perdura
Eterno punhal
Em ferida sem cura

Saudade que corta
De mão lenta e segura
Afinal que me importa
Se ter-te é saudade
E perder-te é tortura?

Chega de Saudade

publicado às 00:00


10 comentários

De gata a 19.09.2007 às 11:19

Ah lu@r! Acho que anda sempre por muito perto!

Frágil, tratarei de adicionar aqui esse ritmo e essa voz, assim que tiver oportunidade.
Gosto das tuas escolhas musicais.

Putty Cat....A saudade não só apunhá-la como volta e volta a rodar o punhal.
A não ser que sejas conivente com ela, e lhe deixes um espaço para habitar.

Ki....já chegámos à conlcusão que “não há coincidências”! 

Ai! Uma gata visitada por um barão....!!Hum Hum!!

Árabe, boa a tua presença por aqui. Sempre.

Sonhador....não tenho palavras!! Mas tenho saudades!

Zita, obrigada pela visita, já passei no teu espaço, mas vou voltar com mais tempo.

v.a.d. Sim, um lugar estranho algures...

De V.A.D. a 18.09.2007 às 01:45

A saudade é um lugar estranho, cheio de melancolia e do doce perfume das memórias...:-)

Um beijo...

De Entre linhas... a 18.09.2007 às 00:03

A saudade pode se transformar nas cores do arco ir�s desde que permane�a a esperan�a no teu cora�o.
bom in�cio de semana
Bjs Zita

De Sonhador de Alpendre a 17.09.2007 às 23:48

Tanta coisa boa que por aqui tens plantado. Regresso mesmo a tempo de te dizer isso mesmo...saudade!
beijo e parabéns, o teu canto está "enorme" (eu intuia que sim...)

sonhos saudosos

De O Árabe a 17.09.2007 às 19:06

Realmente, gata, isso é a saudade: a presença que a ausência traz... ;)

De Barão Van Blogh a 17.09.2007 às 19:04

"...Um pássaro de fuligem do pincel cai
De asas abertas inesperado livre vai..."

Desejos de uma boa semana .

De Ki a 17.09.2007 às 17:30

Ontem qd vim aqui tinha acabado de ouvir a música que escolheste, tinha acabado de escrever o texto que publiquei hoje no trampolim, venham-me dizer q n há coincid~encias.

Essa tua saudade tem umas cores de chuva e sol, se forem ao mesmo tempo dão arco-íris, parece-me a mim ( manias!) que a saudade tb pode ser doce.

Beijos GaTa =^.^=

De Putty Cat a 17.09.2007 às 17:20

Bem, com este teu poema, praticamente senti-me..."apunhalada".
Só peço é que não rodem o punhal, por favor!

Muito bom!

De Fragil a 17.09.2007 às 08:09

Bem descrita a tua saudade...



Que tal a ritmo de Cesaria Évora? Sodade.


Bejuuuuuussss

De lu@r a 17.09.2007 às 02:30

Conheço esse fantasma da saudade.

Será que chega ou vive em ti.

Beijo-te suavemente

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog