Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Danças para mim

por Lazy Cat, em 12.08.07
Ouvem-se entre as fogueiras notas de uma guitarra perdida algures.
Cheira a madeira e o calor invade tudo, entre faúlhas crepitantes e fumo...


E agora, que está na hora, cheira a alecrim, a canela e a orgulho.
Homens de calças negras e camisas presas por um nó, pés nas cadeiras, dedilham guitarras, preparam a voz, num ritmo só.
Vestidos compridos, coloridos, cabelos negros revoltos, ouro, jóias e brilho... É noite de tradição e de magia, de cumplicidade, no ar que se respira...É a última do verão, noite de sonho e de paixão.
E de repente calam-se as guitarras e cala-se a voz. E entras tu. Saúdas as damas, entre o fumo e as chamas, levantas os braços, dás o primeiro passo, retoma-se o ritmo e perco-me...no teu cabelo, nessas mãos levantadas ao céu, nesse torso, nú, que quero meu. E danças entre o fogo e as fumaças, passas por mim, nem sei se me vês, és ritmo, és luar, és luz, dobras e vibras e a terra vibra debaixo dos teus pés. E não tiro os olhos de ti, do teu corpo perfeito, cansado, brilhante, do porte orgulhoso, do cabelo solto, das pernas e desse vulto que o negro das calças não esconde, das voltas, sapateado, do cabelo longo, alado, dos pés que batem a terra, dos braços, das mãos, dos lábios entreabertos, dessa paixão que te consome, me envolve e nos devora.... e vês-me agora, e sorris, ao ver-me despida, além do xaile e da saia comprida, de pé, à tua frente, desperta e ofegante...e tomas-me, nesta dança de despedida, entre chamas azuis e saia garrida, entre notas perdidas e chamas de vida, entre paixão e desejo, já saudade e ainda beijo, entre o céu e as estrelas e o luar como testemunha, entre gritos e ternura, entre o amor e a loucura, como nunca antes...meu orgulhoso e eterno amante.

publicado às 22:40

Amores às Cores

por Lazy Cat, em 12.08.07
Vermelho intenso, ardente
fogo de paixão
Branco, calmo e tranquilo
não inquieta o coração
Amarelo, azedinho
desconfiado sem razão
Verde tenrinho,
quebra por um sim
por um não...
Laranja refrescante
como um mergulho no verão
Castanho, amuado e refilão
Azul, fresquinho
com cheiro de mar e carinho
Negro, sulcado de desejo
insinuante como um beijo
Cinzento, baço e frio
Transparente, vazio, inexistente
Cor-de-rosa...inocente

Amores em degradé, riscados,
novos, esfumados, desgastados,
desbotados, rarefeitos

Únicos, necessários
vividos, sonhados, desejados
repentinos ou desfeitos
perfeitamente, necessáriamente imperfeitos...

publicado às 15:06


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog