Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Fim-de-semana

por Lazy Cat, em 15.09.07
Vais chegar sedento e vou deixar que te afogues no meu corpo.

Vou ser água e vinho para ti.
Vais inebriar-te, encher-te de mim,
encher-me de ti, abraçar, afagar,
explorar, (re)descobrir.
O meu corpo anseia pelo teu.
O teu grita por mim.
Já sinto o teu cheiro, já sei o teu desejo,
e ainda estás para chegar.
Já estremeço no teu beijo.
Já te quero e ainda não te posso tocar.

Sinto o brilho dos teus olhos,
sei o frio do teu toque, sei do calor que
sabes despertar.
Que se aproxima a cada minuto, embora o tempo
enrole e pareça parar.
E agora, aqui, sentada, enquanto espero o
tempo passar, fecho os olhos e desenho a noite,
escrevo as estrelas, os gestos lentos,
os gestos antigos que vamos relembrar.

Decido o teu cheiro, que óleos usar,
escolhes a canela, eu o gelo polar,
que provoca arrepio,
e o meu seio macio desperta sem tardar.
Escolho a música,fecho as portas,
abro janela, corro cortinas,
arranjo recantos, revejo planos,
e de vez em quando ouço-me suspirar.

Escolho com cuidado o que vou despir...
o toque do branco que nos irá cobrir,
já cansados, sono perdido, ainda não saciados.
Preparo-me assim,sentada neste recanto,
entre velas de perfumes inebriantes,
janelas abertas e chamas crepitantes.
Gosto deste contraste,
do vento que sopra, lá fora, da fúria com que circula,
enquanto cá dentro, se prepara devagar,
uma noite... também de ternura. Chega de espera!
O meu corpo já grita,
de voz rouca e aflita que já passa da hora,
que é tortura a demora,
que te queria assim, aqui, agora....

Música : façam as vossas escolhas, deixem sugestões...


Nights in white satin
Je t'aime...moi non plus!

publicado às 00:00


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog