Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Voz

por Lazy Cat, em 01.11.07

Entre livros esquecidos e páginas soltas

Entre soluços e gritos e preces roucas

 

Entre raios de sol que brincam na areia

Entre a maré vaza e a força da maré cheia

 

Entre terra molhada e flores silvestres

Entre calma espera e saudades agrestes

 

Entre letras a branco escritas no preto

Entre a certeza vã do valor do momento

 

Entre todas as vozes que ouço chamar

Apenas a tua, tão bela e tão crua,

Cortou o silêncio e me soube amarrar.

"There is no reason, there is no rhyme
It's crystal clear
I hear your voice
And all the darkness disappears"


Tags:

publicado às 00:37


13 comentários

De KI a 01.11.2007 às 01:59

Perdi as palavras porque gostei imenso das tuas, atingiste-me entre um tudo e um nada que não posso explicar sob pena de as palavras me encontrarem e como pretendo apenas o som que citas nessa língua anglo-saxónica vou continuar labirinticamente sem as procurar, se tropeçar nelas será por colisão!

(É tão bom que até pode ser lido de baixo pra cima... mas o som é trepidantemente the best...)

So blue...

Kiss < :)

De Lazy Cat a 02.11.2007 às 10:10

Trepidantemente belo...a tua escolha de palavras é sublime. Trepidante, como a vida, com sobressaltos de encontros e desencontros entre vielas e avenidas....

Guarda-te de colidir com as palavras, são apenas letras, mas a cada encontro ficam gravadas....

Blue kiss, cat Ki.

De The Wolf a 01.11.2007 às 02:12

Entre todos os mios que ouço ao luar
Saltitando elegantemente, entre telhados e ilusões
Uma gata passa e pára para olhar!

De Lazy Cat a 02.11.2007 às 10:13

...e vê ainda que não pareça, adivinha sorrisos, espalha ronrons, salta para a mesa...serve-se do que encontra, palavras ao vento, desvarios ilusões, letras de fogo gravadas em corações....

Beijo lobo. Beware...of the cat ;-)

De V.A.D. a 01.11.2007 às 03:55

Vozes que clamam em sussurro ,
Ou gritos que rasgam a realidade,
Violentos como um murro,
Abanam a própria eternidade...

Um beijo...

De Lazy Cat a 02.11.2007 às 10:15

num tremendo som vazio....rebentam o muro,
soltam-se as palavras...livres, finalmente, feiticeiras...magas....

Um beijo de gata!

De Frágil a 01.11.2007 às 07:32

Que voz hein!!!!!

Adorei o teu post.


Bejuuuuuu

De Lazy Cat a 02.11.2007 às 10:16

...que voz!
para prender e amarrar uma gata....!!!

Beijo

De Dark Blue a 01.11.2007 às 19:43

Acho que é a primeira vez que passo por aqui, gostei deste cantinho e vou cá voltar sempre que for possível.

Espero que te tenhas divertido na praia, hoje por acaso não fui. tirei o dia para estar na preguiça.

Fica Bem!

De Lazy Cat a 02.11.2007 às 10:18

Olá, obrigada pela visita.
Volta sempre, que nos telhados não há portas, entra-se e sai-se livremente, como o vento...

Shining blue kiss, just for you.

De Daniela a 01.11.2007 às 22:32

Esta gata sabe... ;)

E nenhuma palavra me soa apropriada... mas queria que soubesses que se abriu um sorriso depois desta visita!


São estes bocadinhos que valem estas visitas.
Bom feriado!

De Lazy Cat a 02.11.2007 às 10:19

Porque os sorrisos valem mais que mil palavras....

:-)

De ideias a 03.11.2007 às 21:56

afinal... tudo de resume a um ponto entre o muitos. A dificuldade é encontrar esse ponto, ponto de equilíbrio . Mas encontrado esse ponto... tudo se torna mais claro.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog