Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Asas de Carinho

por Lazy Cat, em 28.11.07

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

 

 

 

 

Porque a páginas tantas, entre outras palavras e outras letras, entre viagens e sonho, existe a vida.

 

Porque há crianças que voam baixinho,

em costas de amor e asas de carinho

que se espalham como névoa

e nos submergem sem aviso.

 

Porque o tempo leva as memórias das perguntas perfeitas e de como é simples ser feliz.

 

Porque há momentos eternos em voos de segundos, que fazem valer por si só uma passagem por este mundo.

 

E porque é bom esquecermo-nos de nós, olharmos em volta e encontrar gente que sabe amar.....

 

  

 

Quero voar contigo,

E ver o sol a brilhar,

Fazer corridas com os passarinhos,

E nunca mais aterrar

 

Quero sonhar que sou herói

E tu o meu melhor amigo,

Que me ampara nas quedas

E me desvia do perigo

 

Quero ver o mundo contigo

Noite e dia em bater de asa

Maravilhado e rendido

Adormecer e voltar a casa

 

Quero voar no teu colo,

Mas sozinhos não tem graça

Levo o mano comigo

Seremos parceiros de caça

 

Quero voar das tuas mãos

Seguir outras direcções,

Mas voltarei sempre com histórias

Para animar os serões

 

Viajar uma vida num impulso

Nunca esquecer o caminho

Das asas que me ensinaram a voar,

Das mão que me deram alento,

Feitas de amor e carinho…

 

 

 

 

 

publicado às 22:30


9 comentários

De ______ a 28.11.2007 às 22:38

Bela melodia e contradança.

shhhh..

De Lazy Cat a 01.12.2007 às 03:40

shhhh....
fecha os olhos e sente......

De Little Lynce a 29.11.2007 às 00:33

Lindo…belo…singelo

E a paz que me foi invadindo…e a certeza de que assim é…

Encantador…

De Lazy Cat a 01.12.2007 às 03:41

sim, para muitos meninos, felizmente é assim...

De redjan a 29.11.2007 às 02:17

Geeeeeee Lazy, cinco tiros no porta aviões !

Tx 4 evrthng around this post!! Stevens the Cat incluido !

Quanto à escrita .... fico calado! Com um nó ....

De Lazy Cat a 01.12.2007 às 03:42

Não quero afogar ninguém.
Já bastou eu ser abalroada sem aviso.
Quanto ao nó, Red, dear....solta o nó e deixa a vida correr....

De Frágil a 29.11.2007 às 05:15

Viajar uma vida num impulso
Nunca esquecer o caminho
Das asas que me ensinaram a voar,
Das mãos que me deram alento,
Feitas de amor e carinho...


Vooooooolareeeeee.....oh...oh

Lindo o teu poema.


Bêjuuuuuuu

De mnike30 a 30.11.2007 às 08:39

Olá Gatita,
Soube tão bem ouvir este miado da Lazy e do Stevens!
Grande dupla!
Vou adicionar este post aos meus favoritos!
Beijinhos

...And now...I have to go...

Rise up your eyes, always!

De The Wolf a 30.11.2007 às 19:29

O gato esteves, e logo o father and soon!

Gata 10 **********

Um beijo meu!
E um slurp de lobo, que também concorda que sem lambidelas, não tem jeito nenhum!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog