Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Abraça-me

por Lazy Cat, em 12.02.08

Photobucket

 

 

 

Abraça-me como o vento de verão se enrola,

Aquecendo cada recanto da alma, sorrindo com calma

Abraça-me e embala o meu sono

Herói incontestado de sonhos sem dono

Abraça-me nas noites frias em letras de fogo

Num entretecer de silêncios em diálogo

Abraça-me sem pedir troco,

Dando infinitos de ternura que sabem a pouco

 

 

Abraça-me, sol de fim do dia

Criando suspiros, mestre de magia

Abraça-me quando a noite escurece,

Quando o tempo se apaga e tudo arrefece

Abraça-me respirando devagar

A mão no meu cabelo, o peito a ofegar

Abraça-me e afaga a minha vida,

Faz dela uma teia frágil e colorida

Onde se tecem fios longos de amar.

 

 

Abraça-me na despedida, quando a lua se volta a deitar

Preso ao fio de regresso, que fiamos de noite ao luar

Abraça-me nas águas revoltas de um rio por conquistar

Entre salpicos e ramos que atrasam o chegar

Abraça-me a fogo lento, ao serão, devagar

Com torrradas e chá quente a fumegar

Abraça-me na distância, que me permite sonhar

E fazer deste abraço, o único em que quero acordar.

   

Tags:

publicado às 18:00


19 comentários

De tugafixe a 12.02.2008 às 22:34

E depois não queres tu que se fique avariado.
E esta avaria é das grandes!
Deixaste-me a suspirar por um abraço!

Beijinhos

De Lazy Cat a 14.02.2008 às 19:54

Avariado? A suspirar por um abraço?
Sorry, este não dou.....

Mas um beijo dou!

De ______ a 12.02.2008 às 23:42







Um dia ela falou tão
diferente do seu tom de sempre me falar


Olhou-me dum modo tão
mais quente que eu nem consegui respirar


E não me exigiu um amor
que eu não sabia dar


E nem me pediu um abraço,
ficou parada sem sequer me beijar


Então eu entendi que
finalmente ela já não me queria amar


Que apenas só esperava o
tempo rodar no relógio e enfim passar


E demos abraços, tantos
quantos ainda pudemos dar


E dançámos entrelaçados
não fosse a noite de repente findar


Sorrimos como quem queria
para sempre ficar


E com ternura doce e
morna fizemos o coração palpitar


E fomos de novo tão
loucos


Que ficámos roucos de
cantarolar


Que a vida entendeu de
vez


Que não havia mais
porquês


Nem como voltar…






De Lazy Cat a 14.02.2008 às 19:56

Nada a dizer, disseste absolutamente tudo, de forma(para não variar) absolutamente brilhante.

De The Wolf a 13.02.2008 às 02:01

em um abraço que encontro...
uma vida que vivo...

brijos, slurps e abraços

De Lazy Cat a 14.02.2008 às 20:01

Uma vida num abraço....
Daqueles que se conhecem e reconhecem e se trocam e oferecem....

Brijos? Também ficaste avariado?

:-)

De aspirante a humano a 13.02.2008 às 09:53

Hold me...
Thrill me...
Kiss me...

Não é por andar nas nuvens, a saltitar, que vejo tudo com bons olhos e ache tudo encantador!
Mas este lugarzinho de arrepio constante, encanta!

Full Kiss

De Lazy Cat a 14.02.2008 às 20:03

Arrepio constante?
Faz frio aqui???????
Hummm....

Full Kiss then!

De Carlos Lopes a 13.02.2008 às 15:07

Um abraço é um beijo com o corpo todo...

De Lazy Cat a 14.02.2008 às 20:04

Greguerias....

De Daniela a 13.02.2008 às 18:58

Ainda tenho a boca aberta. Estou literalmente a babar-me para cima do teclado. As tuas palavras são mel!

Rouba o que quiseres.... Já estou como a outra: podes ficar com o carro, a casa, as jóias... leva!

Beijo

De Lazy Cat a 14.02.2008 às 20:07

Posso levar tudo excepto.....pois!

E cuidado com isso de babares o teclado....ainda o avarias... e depois ?


Gostei dessa tua frase. Ainda bem que gostaste de a ver aqui.

Beijo

De mnike30 a 14.02.2008 às 08:35

Vento de verão que se enrola, noites frias em letras de fogo, silêncios em diálogo...
Gata, dás-me um abraço?
:)

De Lazy Cat a 14.02.2008 às 20:08

Dou. Não deve andar nem perto deste, mas dou!

E um beijo também.

De mnike30 a 14.02.2008 às 21:29

Não Gata, poxa... perto deste não!

Era um "simples" abraço... nada tão minuciosamente elaborado!!
;)
Muitos beijos para ti

De Lina a 14.02.2008 às 11:18

Oh Gata minha, vou-te contar a minha última pancada, imagina q me apetecia hoije? Abraços? Flores? Carinho? Fuodazxxee!!!

Nops!! Apetecia-me uma massagem de chocolate hihihihi e sabes q mais é q agora q meti isso na cabeça tenho q a fazer, n hoje q n tenho tempo para... mas mais dia menos noite... ah e a tal tattoo tamém, ainda não decidi foi o local mas afinal só vai ter uma cor blue em gradação...

E agora que já te vim atazanar, envio-te um abraço mouro a saber a mar e beijos repenicados nas bochechas.

E q sa foda o dia dos namorados com a seta do "Cuspido" pelo hass acima até ele gritar "ai como dói..." ao estilo do robocop gay dos Mamonas Assassinas.

Epá perdoas-me a verborreia aqui no teu espaço? Anda almoçar comigo... :)

De Lazy Cat a 14.02.2008 às 20:12

Estás perdoada sempre e antecipadamente.
Apetecia-te isso tudo?

Hummmm.... e uma gala de beneficiência? Também?
Então anda lá, para o bem dos filhos de namorados que já eram e pais que não sabem ser....

Faz sentido no dia de hoje, não faz?
Se é o amor que se celebra.....há mais para além de setas de cupidos em corações maquilhados de sorrisos porque é assim que se supõe que deve ser.

Há vidas que lutam para continuar a ser. Contra muitas flechas...

Beijo minha gata sempre do contra!
Beijo.

De Viajante a 14.02.2008 às 13:18

Delicioso este abraço... deu uma vontade de abraçar!
Amei estas palavras... de verdade.

Um grande beijo viajante...

De Lazy Cat a 14.02.2008 às 20:14

Então abraça viajante....
Abraça e nunca desperdices uma oportunidade de o fazer.

Beijo para ti.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog