Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sabor a desejo

por Lazy Cat, em 09.08.07
Gosto das tuas costas arranhadas
Dos teus lábios mordidos
Dos meus seios doridos

Gosto de ficar exausta
De morrer e ressuscitar
De te voltar a procurar

Gosto dessa língua que passa
De te sentir em brasa
Gosto de te agarrar

Gosto que me invadas
De como me agarras
Que me faças suplicar

Que prendas o meu cabelo
O enroles sem desvelo
E não te deixes tocar

Gosto que me soltes
Te entregues
Te revoltes e me ataques
Para depois me abraçar

Gosto desse beijo
Com sabor a desejo
Que nos faz recomeçar

Tags:

publicado às 00:08


13 comentários

De POETA VAGABUNDO a 10.08.2007 às 10:57

não fosses uma gata heheheh
beijo vagabundo

De gata a 10.08.2007 às 10:55

não...mas vou gastar!
é inevitável. Sou muuuito curiosa!!
Beijos

De POETA VAGABUNDO a 10.08.2007 às 10:32

não gastes as tuas vidas a pensar em coisas sem nexo que eu falo hehehe...
apenas tentei explicar que muitas vezes o que escrevo é interpretado doutra maneira(o que é normal)...por isso não quero entrar dentro do teu poema para depois pensares que aquele tipo não percebeu nada hehehehe
gastas-te mais alguma vida?
beijo vagabundo

De You Know who. a 09.08.2007 às 23:09

Gostas? eu também.

Tem ritmo este poema, ritmo de prazer...ora acalma...ora acelera... ora vem de mansinho...ora quase que grita... ora arranha ...ora beija...

Que mais posso dizer?Bom gosto eheheheh!

De Vieira Calado a 09.08.2007 às 22:32

Pois...
Quem não gosta?....

De Mestre a 09.08.2007 às 18:39

E com uma descrição assim, quem não recomeçaria?
Costas arranhadas, lábios mordidos, seios doridos...
Beijo...

De João Cordeiro a 09.08.2007 às 15:21

Para uma gata, essas palavras são de uma subtileza lasciva e incomum.
Parabéns



Beijo sonhador

De gata a 09.08.2007 às 12:06

Pronto...confesso-me baralhada...
podes não querer falar de poesia, e concordo contigo, sente-se.

Mas explica lá este último comentário...é que sabes, as gatas curiosas esgotam as vidas depressa demais.... ;)

Beijo

De POETA VAGABUNDO a 09.08.2007 às 11:32

sabes...quando escrevo e comentam ao contrario fico a pensar como lá chegaram...por isso prefiro nao falar muito de poemas...
beijo vagabundo

De POETA VAGABUNDO a 09.08.2007 às 11:07

p.s. até poderia saber falar...mas acho que os poemas explicam-se em nós..
beijo vagabundo

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog