Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Não há dois abraços iguais.

por Lazy Cat, em 07.08.12

Os abraços falam. Dialogam. Comunicam.

Abraçados, os corpos respiram, choram, sorriem.

Em silêncio, colados, partilham estórias.

Constroem memórias.

 

Não há dois abraços iguais.

 

Os abraços vibram. Assustam. Libertam.

Enlaçadas as almas conversam, divagam, diluem

No espaço a saudade, mitigam o cansaço.

Protegem memórias.

 

Não há dois abraços iguais.

 

 

publicado às 13:59



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog