Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Voyeur

por Lazy Cat, em 01.08.07
Pele morena
entre lençois de linho branco,
cabelo longo, caído. um seio,
mal escondido pela mão.

uma perna dobrada
deixa um pé tocar no chão

lábios entreabertos
respira calmamente

com o primeiro toque
o seu corpo estremece
esboça um sorriso
e de novo adormece

os seios, agora descobertos
parecem esculpidos
e à medida que os vão tocando
vai soltando gemidos

solta gritos ao vento
voz rouca, corpo rendido
sofre os doces tormentos
de um amante que não distingo

e dança, nesta cama em desalinho
as notas de um saxofone perdido,
corpo dourado em branco linho
num espetaculo divino!

publicado às 22:26


3 comentários

De Pecadormeconfesso a 06.08.2007 às 22:22

Porque já chorei. E já ri.
Andei à chuva, molhei-me e sorri. Amei. Fugi, menti.
Recomecei. Voltei atrás e repeti. Já sonhei e senti. Lutei. Hesitei. Desisti. Esperei. Desesperei. Perdoei e parti.
Acordei e Adormeci. Porque respiro e ando e vivo e
e…porque passo a passo cheguei aqui….

AS saudades que eu tenho de alguém que foi minha assim.

De Alexandre a 01.08.2007 às 23:44

Branco linho, cana em desalinho, gritos ao vento... um cenário perfeito para um momento perfeito... um amante que aparece envolto nas notas de um saxofone perdido...

Muitos beijinhos!!!

De Mestre a 01.08.2007 às 23:27

Obrigado pelo delicioso convite...voltarei mais vezes, se me for permitido.
Quanto ao voyeur...nas minhas "fantasias" não sou voyeur...
Beijo suave.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog