Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lazy Cat

No meu cérebro vive um caos sinfónico de ideias desordenadas. Num harém simbólico, todas concorrem -APENAS- pelo teu olhar deslumbrado...

Lazy Cat

No meu cérebro vive um caos sinfónico de ideias desordenadas. Num harém simbólico, todas concorrem -APENAS- pelo teu olhar deslumbrado...

salto?

Outubro 01, 2010

 

...e fechou os olhos.

Dilui-se num misto de algodão e tinturas e desperta envolta em panos coloridos esvoaçantes, debaixo de um sol tórrido. A luz, intensa e brilhante, cega-a por momentos, e torna a sua pele escura...

Olhando em volta apenas vê panos e mais panos, do branco ao índigo, amarelos e laranjas, azuis e violetas, em filas intercaladas de estendais.

- Não haverá casas?

Procura o centro daquela explosão de cores e descobre uma casa baixa, da cor da terra, desbotada pelo sol. Vários terraços suportam estendais de panos ondulantes e, à esquerda, debaixo de um alpendre de paus toscos que prendem longas tiras de tecido, hamacs coloridos, suspensos à sombra e uma fonte da qual a água sai em gotas que se evaporam no ar.

- Curioso como o efeito é refrescante!

Pensou chamar, não vendo ninguém mas, na realidade não saberia em que língua falar, apesar de lhe parecer estar em África. Não fazia a menor ideia de onde estava, de que época poderia ser, não tinha sequer a certeza, naquele momento, de não estar a sonhar.

Procurou identificar algumas das frutas colocadas em pratos e travessas ricamente trabalhados, em materiais que não conseguia identificar mas não foi capaz. Nada daquilo lhe era familiar. Dando mais atenção aos pormenores, as mesas tinham pés extremamente altos, para mesas baixas pelo menos, e os hamacs estavam à altura do peito dela.

- Mas quem é que se consegue deitar a uma altura destas?

Procurou escadas ou bancos. Não encontrou. Calculou que no mínimo, para se conseguirem içar, aquelas pessoas terias que medir dois metros! As mesas eram também muito bonitas, sólidas e elegantes, num tom invulgar, o mesmo que a terra daquele lugar. Trabalhadas, e de formas incertas. Nenhuma era rectangular, os pratos também não eram redondos, quadrados ou ovais. Os pilares de suporte do alpendre, todos eles trabalhados também, eram de cores diferentes e com uma inclinação fora do comum.

- Onde é que eu vim parar desta vez?

 

Photobucket

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D